Notícias

Casa de Zadoque 2018 preparando líderes comprometidos

09/05/2018
Nenhum Comentário



O congresso Casa de Zadoque completa 10 anos em 2018.

Em 2008, Curitiba viu nascer o Casa de Zadoque. “A herança dos santificados”, mensagem do pastor Luciano Subirá, se tornava a essência de uma conferência que, por anos seguidos, traria à capital paranaense grandes nomes do Brasil e do mundo para falar sobre liderança.

Ao longo desses 10 anos vários preletores importantes ministraram no congresso, entre eles: John Bevere, Coty, Márcio Valadão, Luiz Hermínio, Marcelo Jammal, Jorge Linhares, Silas Malafaia e Valnice Milhomens. Eles e muitos outros incentivaram milhares de pastores e líderes à consagração – a serem “sacerdotes santificados” como os da Casa de Zadoque. Foram anos de benção, momentos marcantes e muito aprendizado.

A casa ficou pequena: de uma média de 600 participantes, o número saltou para quase 2 mil em 2016 e em 2017 expandiu suas fronteiras com a conferência acontecendo nas cinco regiões do país. Para 2018 programamos continuar realizando o congresso Casa de Zadoque nas cinco regiões do país.

Confira as cidades participantes:

Casa de Zadoque 2018 de Norte a Sul

Em 2018, o Casa de Zadoque acontecerá nas cinco regiões do Brasil e reunirá alguns dos principais preletores do Brasil.

Veja as cidades participantes! Clique para saber mais sobre cada evento:
SUL: Curitiba (PR), 06 a 08 de setembro.
NORDESTE: Fortaleza (CE), 14 a 15 de setembro.
NORTE: Porto Velho (RO), 11 a 12 de outubro.
CENTRO-OESTE: Brasília (DF), 01 a 02 de novembro.
SUDESTE: Belo Horizonte (MG), 14 E 15 de novembro.

Por que chamamos de Casa de Zadoque?

A Palavra de Deus mostra que a posição sacerdotal – de liderança – demanda uma conduta santa, sob risco de juízo: o próprio Senhor pode remover o ministério caso haja desvio do padrão de santidade (Ap 2.5). Isso aconteceu com Eli, que teve a linhagem cortada do sacerdócio (1 Sm 2.27-34).

Porém, o próprio Deus levanta um sacerdote santificado no lugar do que não cumpriu seu dever. Esse foi Zadoque: sacerdote que não apenas se manteve fiel, mas instruiu toda uma linhagem a seguir seus passos de fidelidade. Nele se cumpriu a profecia que foi dada logo após a palavra de juízo contra Eli:

“Então, suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o que tenho no coração e na mente; edificar-lhe-ei uma casa estável, e andará ele diante do meu ungido para sempre.” (1 Sm 2. 35)

Deus reservou uma herança especial aos ministros comprometidos com Ele como os da Casa de Zadoque. A recompensa é tanto natural (Ez 48.10-14) como espiritual (Ez 44.15,16).

“Será para os sacerdotes santificados, para os filhos de Zadoque, que cumpriram o seu dever e não andaram errados, quando os filhos de Israel se extraviaram, como fizeram os levitas.” (Ezequiel 48.11)

Ou seja, o alcance das conquistas de um líder está diretamente relacionado ao nível de consagração, ao zelo pela santidade, ao compromisso com a propagação desse estilo de vida a toda uma linhagem.

O Casa de Zadoque quer despertar ministros brasileiros para serem “sacerdotes santificados” e cabeças de gerações fiéis, para conquistarem plenamente a recompensa prometida pelo Senhor para suas vidas e ministérios.

E você, aceita o desafio?

Os comentários estão desativados.